O conteúdo da TV Globo começou a ser exibido ontem nos ônibus da cidade de São Paulo, mas a Prefeitura já ordenou a suspensão imediata da veiculação. O programa foi vetado em 300 ônibus da cidade e o corte do sinal digital da rede em outros 30 veículos também foi recomendado.

Segundo a coluna Outro Canal, assinada por Daniel Castro na Folha de S.Paulo, a Bus Media, parceira da Rede Globo, deveria ter enviado programação para SPTrans com atencedência, o que não aconteceu.

A empresa que gerencia o sistema de ônibus do município de São Paulo exige a entrega do material com uma semana de antecedência para a verificação do  “cunho político, religioso e moral” do conteúdo.

Roberto Cicarelli, diretor da Bus Midia, disse à coluna que o conteúdo da Globo não foi interrompido. “Já mandamos tudo o que pediram”. Ele também assegurou que a portaria que obriga a pré-avaliação da programação já foi modificada, permitindo a transmissão em tempo real do conteúdo da Rede Globo.

A SPTrans nega a informação e disse que as viações que não tirarem a Globo de seus monitores poderão ser multadas. A Globo não se pronunciou e afirmou que apenas licencia seu conteúdo para a Bus Midia.

Fonte: AdNews

Esta entrada foi publicada em Redes de Sinalização Digital e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>