Segundo dados do primeiro bimestre do Projeto Inter-Meios, houve aumento de 7,7% na venda de espaços publicitários, valor de R$ 3,5 bilhões. A mídia digital out of home teve o maior crescimento, cerca de 17,6% (R$ 74,5 milhões faturados). A internet ficou em segundo lugar, com 16,3% (R$ 168,4 milhões faturados).

A TV aberta segue como líder dos investimentos em publicidade, corresponde a 64% do setor e teve aumento de 9,6% em relação ao ano passado. Já as revistas tiveram queda de 11.4%. Guias e listas caíram 18,3%.

A internet faturou R$ 168,4 milhões e levou o quarto lugar, atrás da TV aberta, com R$ 2,2 bilhões, jornais, com R$ 456,5 milhões, e revistas, com R$ 174,7 milhões.

A TV por assinatura também lucrou mais com publicidade. O aumento foi de 8,2%, com R$ 115,2 milhões arrecadados. O rádio cresceu 3,2%, foram capitados R$ 154,6 milhões, e o cinema 1%, com R$ 8,5 milhões.

O crescimento da mídia externa foi de 14,2% e obteve faturamento de R$ 135,9 milhões. O outdoor é o carro-chefe, representa 54,8% do total, com ganho de R$ 74,5 milhões.

O Projeto Inter-Meios é uma parceria do Meio & Mensagem com os principais meios de comunicação. O objetivo é fazer levantamentos numéricos sobre o investimento em publicidade no Brasil.

Fonte: Meio & Mensagem.

Esta entrada foi publicada em Estudos e Pesquisas e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

3 respostas a Mídia cresce 7,7% no primeiro bimestre de 2011.

  1. Pingback: Mídia cresce 7,7% no primeiro bimestre de 2011. | Media Brasil

  2. Pingback: Mídia cresce 7,7% no primeiro bimestre de 2011. | Mídia Global

  3. Angelo disse:

    Obrigado !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *