O uso de som na sinalização digital deve se adequar ao perfil do público-alvo para atrair o cliente e não espanta-lo.

A Digital Signage (Sinalização Digital) é uma ferramenta de comunicação que atinge o público-alvo de forma eficaz, dinâmica e envolvente. Quando alia imagem com som, torna-se uma poderosa aliada nas estratégias de venda de um produto. A esse conjunto se dá o nome de marketing de ambiência, responsável por criar uma atmosfera adequada para criar nos clientes a necessidade de comprar determinado produto. Além de encorajar os consumidores a ficarem mais tempo na loja, comprarem mais e retornarem.

De acordo com os dados da Point of Purchase Advertising International (POPAI), aproximadamente 75% das decisões de compra são tomadas no ponto de venda, por isso, é tão importante criar estratégias de marketing que valorizem essa ferramenta como um canal importante de vendas.A sinalização digital surge neste ponto como um importante instrumento de divulgação.

Mas a música do ambiente deve estar de acordo com o perfil do cliente, bem como, as mensagens e propagandas que são veiculadas dentro da loja através da sinalização digital.

A música deve ser selecionada de acordo com o momento do dia. Músicas mais agitadas trazem uma rotatividade maior dentro loja e podem ser utilizadas nos momentos de maior fluxo de clientes. As vendas complementares podem ser estimuladas com músicas calmas, bem como, proporcionam uma interação maior do cliente com sua marca e seus valores.

Uma empresa americana especializada em programação de música para lojas contratou uma pesquisa para avaliar o efeito da música em consumidores de varejo. Dos entrevistados, 1 em cada 5 consumidores afirmou que ficou mais tempo na loja como resultado da música que estava tocando no momento de sua visita.

Esse mesmo estudo mostrou que as mulheres mais jovens mostraram maior predisposição a ficarem mais tempo na loja por causa da música ambiente. Mas o contrário também pode acontecer se a música não for do agrado do cliente.

Compradores acima de 50 anos preferem ambientes com música de fundo, enquanto os mais novos com idade entre 25 a 49 anos se identificam melhor com a música em primeiro plano.

A música nesse caso exerce um efeito subliminar nos clientes, influenciando a velocidade com que compram e o quanto consomem. Mensagem subliminar é o tipo de mensagem que não pode ser captada diretamente pelos sentidos humanos, mas que é captada pelo inconsciente que manifestará uma resposta favorável ou não ao estímulo. Aliada à Digital Signage, a música pode completar a informação que está sendo passada através do vídeo ou mensagem em telas de LCD ou projeção, influenciando o cliente nas suas compras. Portanto, deve ser escolhida com base no perfil do consumidor da loja.

Essas informações referem-se aos clientes de lojas de varejo. Uma outra pesquisa realizada com usuários de ônibus que são expostos à sinalização digital mostrou que 70,2% desejam que as TVs tenham áudio e 24,1% não gostariam.

A SPTrans libera o uso desse tipo de publicidade, desde que o nível de tolerância de decibéis seja respeitado. O ouvido humano tolera bem 50 decibéis, mas o ideal segundo especialista é que fique em torno dos 30 decibéis para não causar poluição sonora.

É importante conseguir criar o mix certo entre música e Digital Signage para que a mensagem não sofra ruídos de interpretação.

Fonte: http://www.onsee.com.br/site/2012/04/o-uso-de-som-na-digital-signage/

Esta entrada foi publicada em Destaques, Inovações, Mídia Indoor, Novidades, Sinalização Digital / Out-of-Home, Software, Tecnologia e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>